Slider

Antes e depois da limpeza – Alcir Zago/Candeia

Na quarta-feira (28) a prefeitura de Bariri determinou à empresa terceirizada Souza Nossa a realização de limpeza e capina no Portal Mário Fava, situado na principal entrada de Bariri.

O Jornal Candeia recebeu reclamação de leitor um dia antes. A maior queixa é que o local estava com mato alto e falta de cuidados gerais.

A reportagem esteve no portal no fim da tarde de quarta-feira (28). Foi possível constatar serviço de capina, restando o recolhimento da grama.

O diretor municipal de Infraestrutura, Jessé Prado Lyra, disse que o serviço foi feito pela empresa terceirizada. Já a manutenção do trecho da Rodovia SP-304 é de competência do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

 

O portal

 

O trabalho de construção do portal durou 3 meses e 18 dias, sendo gerados 45 empregos diretos e gastos cerca de R$ 300 mil. O investimento foi feito pelo empresário Aziz Chidid Neto, que morreu no ano passado.

No local, foram inseridos letreiros com os dizeres: “Bariri, Volte Sempre, Boa Viagem e Seja Bem Vindo”, além de totens laterais em homenagem ao herói Mário Fava.

Na obra foi adotado o estilo arquitetônico clássico, que remete à arquitetura original do prédio do Museu Mário Fava, com cores neutras, porém atraentes.

Foram utilizados tijolos de demolição, muitos produzidos por olarias do município, entre elas as famílias Melado, Furcin e Viccari.

O Portal tem 22,5 metros de largura por 8,5 metros de altura. Foram utilizados 64 metros cúbicos de concreto. Também contempla projeto paisagístico em duas praças que foram construídas nas laterais. A inauguração aconteceu no dia 31 de agosto de 2019.