Slider

A empresa NBA Instalações Elétricas, de Jaú, foi a vencedora de licitação feita pela Santa Casa de Bariri para reforma da maternidade e da ala de internação.
A firma ofereceu proposta de R$ 475,8 mil para o serviço. Desse montante, R$ 263,5 mil são relacionados à reforma do setor de internação (a previsão inicial era de R$ 292 mil). Para a maternidade a NBA apresentou valor de R$ 212,3 mil (o orçamento feito pelo hospital era de R$ 236 mil).
O dinheiro é fruto de emendas parlamentares obtidas pela Santa Casa de Bariri entre os anos de 2014 e 2016. Naquela época, o hospital dispunha da Certidão Negativa de Débitos (CND).
A partir de 2016 não foi mais possível à Santa Casa obter emendas por causa de pendências trabalhistas, que fizeram com que perdesse a certidão.
De acordo com o engenheiro civil Vinicius Damasceno, responsável pela obra, o dinheiro estava prestes a ser perdido.
O motivo é que a Santa Casa publicou a consulta pública para realização das obras no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse do Governo Federal (Siconv). Nenhuma empresa demonstrou interesse em participar.
Depois, houve divulgação pelo Sistema Belluzzo de Comunicação e pelo Jornal Candeia de que as verbas poderiam ser perdidas. A partir daí cinco empresas entregaram documentos exigidos pelo edital para participarem da disputa.
Na terça-feira, dia 5, representantes do hospital estiveram na Caixa Econômica Federal para entregar os documentos. O banco ficou de analisar os papéis para autorizar o início das obras, mas sem colocar pendências.
A previsão é que o serviço tenha início ainda neste mês com prazo de término em cinco meses. O trabalho contempla troca do piso, pintura e reforma completa dos banheiros dos dois setores.
A entrevista completa com o engenheiro civil Vinicius Damasceno está disponível no Facebook do Jornal Candeia.

Foto: Divulgação