Slider

O verão proporciona as condições ideais de temperatura e umidade para a reprodução do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, por isso os cuidados para combater o mosquito devem ser reforçados nesta estação.
Para tanto, a prefeitura de Boraceia intensificou a campanha de prevenção contra o mosquito. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, do início do ano até o momento, não foram registrados casos de dengue.
A ideia é manter, ao longo da estação, o menor índice possível das doenças relacionadas ao inseto. A Vigilância Epidemiológica realiza trabalho contínuo com vistoria de casa-a-casa. A participação da população na eliminação dos locais de proliferação é essencial para eficácia do serviço.
A principal recomendação é eliminar locais de água parada, onde o mosquito deposita suas larvas. De acordo com a equipe de Controle de Vetores, os principais criadouros para larvas em Lorena são os ralos internos e externos, os pratos de planta e os reservatórios de água da chuva.
Os ralos devem ser tratados a cada três dias com cloro, água sanitária ou sal grosso ou a colocação de telas. Os pratos de plantas devem ser mantidos com areia até a borda e plantas aquáticas devem ter sua água trocada a cada três dias no máximo. Baldes, vasilhas, copos e garrafas devem ser armazenados em locais cobertos e sempre de cabeça para baixo.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Boraceia

Da redação