Slider

Arnaldo Jardim em reunião com representantes do Executivo e Legislativo – Divulgação

Alcir Zago

O deputado federal Arnaldo Jardim (Cidadania-SP) visitou Bariri na manhã de quarta-feira (13). Ele esteve na prefeitura, onde ocorria a primeira reunião do ano entre o prefeito Abelardo Maurício Martins Simões Filho (MDB), o vice Fernando Foloni (Cidadania) e os nove vereadores da atual legislatura.

Na ocasião, o deputado informou que estava encaminhando emenda no valor de R$ 250 mil para recapeamento em Bariri. Também se inteirou das demandas do município, como equipamentos, manutenção, infraestrutura e saúde.

Em entrevista à imprensa, Jardim ressaltou que há recursos disponíveis, mas que as prefeituras devem estar atentas. “As cidades que tiverem bons projetos vão ter muita possibilidade de buscar recursos (nas esferas federal e estadual)”, comentou ele.

O deputado espera que 2021 seja marcado por grandes debates na Câmara e no Senado, com possibilidade de retomada do crescimento econômico.

Abelardinho Simões disse que Jardim sempre colabora com Bariri e que foi o autor da primeira emenda para o município em 2021.

Comentou que a reunião com os vereadores serviu para que haja harmonia e trabalho em prol do município. De acordo com ele, os vereadores estão em contato com a população e podem contribuir com a administração municipal com ideias e projetos.

 

Indústria e agronegócio

 

Arnaldo Jardim falou de outros assuntos à imprensa. Disse que o Cidadania declarou apoio à candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) a presidente da Câmara dos Deputados. “Ele tem grandes chances de ser eleito”, avaliou o parlamentar.

Perguntado sobre a paralisação da produção de veículos pela Ford no Brasil, o deputado destacou que há duas questões envolvidas. A primeira é que a empresa está passando por projeto de remanejamento mundial das atividades.

Na América Latina, decidiu permanecer com linhas de montagem no México e na Argentina, mas deixar o Brasil.

Para Jardim, a segunda questão deve-se ao atraso da Reforma Tributária e à inexistência de políticas de apoio à inovação tecnológica. “O Brasil tem se desindustrializado. Nossa indústria tem perdido competitividade”, disse. “A Reforma Tributária era urgente, agora é um caso de UTI.”

Em relação ao agronegócio, ressaltou que o setor teve crescimento de 2% no ano passado, enquanto o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil caiu 4,3%.

Para ele, o Brasil tem competitividade com o mundo nesse setor, mas é preciso que ofereça linhas de financiamento e inovação.

Perguntado sobre a alta de preços de itens da cesta básica, o parlamentar afirmou que a majoração ocorreu pelo aumento do consumo, impulsionado pelo auxílio emergencial pago pelo governo federal. Disse que o País necessita aumentar a produção interna e desbloquear para crescimento das importações.

Outro assunto comentado por Jardim foi a opção pelo Conselho de Ética do Cidadania em recomendar a expulsão do deputado estadual Fernando Cury (Cidadania). Em dezembro, ele foi flagrado pelas câmeras da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) ao abraçar a deputada Isa Penna (PSOL) durante uma sessão.

Jardim comentou que lamentava o caso, num ato desrespeitoso com as mulheres, e que reunião do diretório nacional na semana que vem deve decidir sobre o futuro de Cury dentro do partido.