Composição 1_1
Composição 1_1

Segundo Bergamaschi, o Programa Juro Zero Empreendedor continua a todo vapor nas atividades dos microempreendimentos

Até o momento, o programa Juro Zero Empreendedor financiou R$ 812 mil para Microempreendedores individuais (MEI) de Bauru e região. Os recursos foram utilizados para movimentar a economia e para a geração de empregos e renda.
Os recursos desembolsados pelo programa mantido pelo governo do Estado são operados pela Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP) em parceria com o Sebrae-SP.
Os MEIs bauruenses estão na dianteira dos desembolsos realizados na região. Juntos somam quase R$ 360 mil investidos. Além de Bauru, os financiamentos atenderam empreendedores de outras 11 cidades: Agudos, Arealva, Bariri, Barra Bonita, Boracéia, Guaiçara, Guarantã, Igaraçu do Tietê, Jaú, Lençóis Paulista e Promissão.
Segundo representantes dos MEIs, o apoio financeiro é utilizado para investir no próprio negócio e fura exigências e burocracias, hoje grandes obstáculos para a caminhada das microempresas.
Atuantes em vários setores do mercado, a diversidade dos MEIs é importante para a economia do Estado. A categoria é composta por segmentos como cabeleireiro, manicure, lojista, comerciante, carpinteiro, diarista, vendedor ambulante, mecânico, músico, artesão, engraxate, fotógrafo e produtores de alimentos.
“Em pouco mais de um ano de operações, o Programa tem contribuído justamente para que as atividades dos microempreendimentos continuem a todo vapor”, diz Rafael Bergamaschi, gerente de negócios da Desenvolve SP.

O programa

O Programa Juro Zero Empreendedor opera com um ticket médio que varia de R$ 1 mil a R$ 20 mil por financiamento e tem como objetivo dois pontos centrais: capacitar os MEIs e financiar recursos para as atividades do dia a dia de suas empresas.
“Além do apoio financeiro é preciso também incentivar o planejamento estratégico, algo essencial para o sucesso de qualquer negócio. A parceria com o Sebrae-SP é muito importante nesse sentido pois a instituição oferece cursos de capacitação e a aprovação do Plano de Negócios, etapas obrigatórias para participar do Programa”, informa Bergamaschi.
Outra vantagem oferecida é a facilidade para pagamento, são até 36 meses de prazo para quitar o empréstimo.
A partir do crédito oferecido é possível financiar itens como a compra de equipamentos, acessórios para veículos, veículos utilitários, motocicletas, ferramentas para trabalho e até capital de giro.
E além da possibilidade de manter a qualidade dos serviços e produtos, o financiamento também representa uma oportunidade para que diversos empreendedores consigam sair da informalidade e ampliar ainda mais seus negócios.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Desenvolve SP