Slider

Funcionário da Souza Nossa realiza capina de canteiro central na Avenida Francisco Munhoz Cegarra – Alcir Zago/Candeia

Dois meses e meio após a paralisação do serviço de capina e limpeza pública em Bariri, a empresa Maria Aparecida de Souza Nossa-EPP, de Jaboticabal, retomou o trabalho no início desta semana.

A firma foi contratada pela prefeitura depois que foi realizado pregão presencial. O valor dado pela Souza Nossa foi de R$ 139,4 mil mensais, ou R$ 1,6 milhão por ano.

A empresa atuou na cidade após vencer pregão presencial em 2017. Naquela ocasião, a empresa ofereceu a proposta de R$ 1,380 milhão por um período de 12 meses, ou seja, R$ 115 mil mensais.

A diferença é que naquele período o edital previa o emprego de 30 trabalhadores, ao passo que agora são necessários no mínimo 45.

Também prestou serviço para a prefeitura de setembro de 2019 a março de 2020. Nesse caso, a contratação foi emergencial, por período máximo de seis meses.

O motivo é que a administração municipal ficou aguardando o desfecho de ação judicial que barrou a contratação da D. R. Justulin por falta de comprovação técnica relacionada à qualificação técnica e operacional para algumas das atividades que seriam executadas.

O contrato firmado entre o Executivo e a Souza Nossa compreende serviços como capinação, roçagem, rastelamento, varrição, pintura, entre outros. O documento estabelece que a empresa vencedora deve ter escritório e depósito em área urbana de Bariri. Além disso, deverá manter no mínimo 45 funcionários.