Slider

“Conto com o apoio de toda a comunidade e vamos juntos fazer o melhor para esta Igreja de Santa Luzia”

Em entrevista ao Jornal Candeia, Padre Carlos Menezes Júnior, 55 anos, afirmou que assume a Paróquia de Santa Luzia, nos altos da cidade, a partir do dia 2 de fevereiro, sábado. A data da posse oficial, no entanto, ainda não foi definida pelo bispo diocesano de São Carlos, Dom Paulo Cezar Costa. O novo pároco contou que já esteve em Bariri conhecendo a nova paróquia, onde foi recebido pelo Padre Paulo Henrique Facin, que está de mudança para Araraquara. Ainda falou sobre a sua trajetória sacerdotal, como recebeu a notícia da transferência e quais seus planos imediatos para o trabalho na Santa Luzia. Padre Carlos nasceu em Santo André, ABC paulista, no dia 1º de Abril de 1963. Toda sua iniciação escolar, primário e ginásio foram em Santo André. Também fez o curso de Mecânica Geral no Senai, onde por alguns anos trabalhou numa metalúrgica. Também é profissionalmente formado na área de Contabilidade Fiscal, trabalhando por 5 anos numa multinacional na cidade de Cajati (SP), hoje conhecida como uma das empresas do grupo Bunge. Ainda cursou faculdade de Pedagogia em Santo André.

Candeia – Por favor, faça um breve histórico da vida sacerdotal.

Padre Carlos – Minha vocação inicia-se no ano de 1983, na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, na cidade de Piracicaba, lá fiz o curso de Vida Religiosa, noviciado e o curso de Filosofia. Entre os anos de 1994 e 1999 cursei a Faculdade de Teologia, no Instituto de Teologia da Diocese de Santo André, quando aos seis meses que antecediam minha conclusão teológica, mudei para a cidade de Torrinha, Diocese de São Carlos, no Mosteiro do Paraíso. Lá por alguns anos, lecionei na Escola de Diáconos permanentes da Diocese de São Carlos. Nos anos de 2005 e 2006 fiz o Curso de Especialização em Catequese na Unisal, campus Pio XI em São Paulo. No dia 25 de abril no ano de 2008, na cidade de Torrinha, fui ordenado diácono e em outubro me ordenei presbítero, onde no dia 1º de novembro de 2008, assumi a minha primeira paróquia, sob a proteção do Padroeiro São José.

Candeia – Como o senhor encarou a transferência para a Paróquia de Santa Luzia de Bariri?

Padre Carlos – Acolho com muito carinho essa missão a pedido de nosso querido bispo Dom Paulo Cezar. Assumo como alguém que se dispõe a colaborar e crescer com essa comunidade. Disponho-me a acrescentar na vida de cada paroquiano, colaborar nos desafios pastorais dessa comunidade de Santa Luzia. Ser, a exemplo de Jesus Bom Pastor, um guia na construção do Reino de Deus, um discípulo missionário numa Igreja em saída, sentindo o cheiro das ovelhas como nos pede Papa Francisco.

Candeia – O senhor conhece Bariri e/ou paróquias locais? Que referência já obteve?

Padre Carlos – Conheço muito pouco a cidade e/ou as paroquias locais. Participei algumas vezes da Celebração Eucarística na paróquia de Nossa Senhora das Dores, onde também há alguns anos atrás ministrei curso de catequese e teologia, nesta mesma paróquia.

Candeia – O senhor já esteve na Santa Luzia. Quais as primeiras impressões?

Padre Carlos – Conheci recentemente a Paróquia de Santa Luzia, fui carinhosamente recebido pelo Padre Paulo. que me mostrou toda a área da paróquia, suas capelas e propriedades. Conversamos bastante sobre todos os trabalhos pastorais, celebrações e promoções que a comunidade realiza. Minhas primeiras impressões são de uma comunidade que tem sua caminhada. No respeito aos trabalhos já realizados e por todos os padres que ai passaram, quero estar presente junto de cada paroquiano e, ser alguém que venha contribuir para o crescimento desta Igreja de Jesus Cristo. Sei que os desafios são grandes, mas nada que não venha a ser conquistado com amor e misericórdia.

Candeia – Há definição sobre a data de sua posse na Santa Luzia?

Padre Carlos – Início meus trabalhos na Paróquia de Santa Luzia no dia 2 de fevereiro de 2019, data em que a igreja celebra a solenidade da Apresentação do Senhor. Ainda aguardo a data a ser marcada quando nosso bispo estará presente para dar a posse oficial.

Candeia – Que plano imediato elabora para o trabalho em Bariri?

Padre Carlos – Meu lema de ordenação é “Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus” e o evangelho conclui: “E tudo mais vos será acrescentado”. Meu compromisso com cada comunidade que Deus me confiar é esse: Construir o Reino de Deus. Construir… ou seja… Conquistar corações, transformar a vida das pessoas, Anunciar a todos o amor de Deus, ser um irmão na vida de cada irmão e irmã desta comunidade. Trabalhar diariamente para que o reino de Deus aconteça. Assumir com amor os desafios que possam aparecer. Conto com o apoio de toda a comunidade e vamos juntos fazer o melhor para esta Igreja de Santa Luzia.