Composição 1_1
Composição 1_1

Reunião foi realizada ontem no Centro Educacional, Cultural e de Exposições Mário Fava – Robertinho Coletta/Candeia

A prefeitura reuniu empresários baririenses para um café da manhã ontem, dia 5, para lançamento do Programa Pró-Emprego. O objetivo é apoiar e estimular a expansão dos setores industrial, comercial e de prestação de serviços para geração de emprego e renda.

A reunião foi realizada no Centro Educacional, Cultural e de Exposições Mário Fava.

Na semana passada a questão do emprego foi objeto de reportagem do Jornal Candeia. Conforme a matéria, as contratações e as demissões entre 2008 e 2018 tiveram queda de quase 50%.

Em 2008 foram contratadas por empresas instaladas na cidade 6.186 pessoas. O ano passado encerrou com a admissão de 3.196 trabalhadores. O jornal ouviu representantes do poder público e do setor produtivo.

O primeiro ato do programa é o levantamento da demanda das empresas locais em relação à mão-de-obra. De acordo com o prefeito Francisco Leoni Neto (PSDB), esse mapeamento é necessário porque, ao mesmo tempo em que há trabalhadores baririenses desempregados, existem vagas ainda abertas ou preenchidas por moradores de outras cidades.

“As empresas não encontram aqui a mão-de-obra qualificada de acordo com suas necessidades”, diz o prefeito. Na primeira reunião, os empresários já indicaram boa parte de suas necessidades preenchendo uma ficha elaborada pela administração municipal.

Agravante

O gestor municipal afirma que o desemprego é um problema nacional, mas foi agravado em Bariri porque a cidade vinha vivendo um período bastante turbulento.

“Agora estamos somando esforços para recuperar o tempo perdido, e isso só consegue com união e parceria”, comenta. “Agradeço aos empresários da nossa cidade pela confiança.”

A diretora municipal de Desenvolvimento e Turismo, Cristiane Mogioni, destaca que a intenção do Pró-Emprego é ir além de dar auxílio por meio de programas sociais existentes, mas levar as pessoas de volta ao mercado de trabalho, para que elas tenham condições de sustentar suas famílias.

Segundo a diretora, a partir do levantamento das necessidades de mão-de-obra a prefeitura vai fechar parceria com renomadas instituições de ensino como o Sebrae e o Senai e qualificar homens, mulheres e jovens de acordo com a necessidade das empresas, formando mão-de-obra sob medida para facilitar a contratação.

A ação de qualificação profissional dos trabalhadores é o primeiro passo do programa. A administração municipal cita que outras ações estão sendo elaboradas e vão ser anunciadas futuramente.