Slider

Reunião do conselho foi realizada na segunda-feira, dia 4: pedido de explicações à Santa Casa – Alcir Zago/Candeia

O presidente do Conselho Municipal da Saúde, Rodrigo Zanuto de Oliveira, comentou em reunião realizada na segunda-feira, dia 4, no auditório do Paço Municipal 16 de Junho, que as contas da Santa Casa de Bariri devem ser aprovadas pelo órgão.
O balancete encaminhado ao conselho trata do período entre janeiro e outubro deste ano.
Segundo Oliveira, é preciso que a equipe interventora do hospital preste explicações sobre algumas questões.
A principal delas é o motivo pelo qual a Santa Casa tem cinco contas bancárias, mas utiliza apenas uma.
O presidente do conselho foi orientado pelo Tribunal de Contas do Estado de que o correto é aprovar o balancete da conta a que tiver acesso.
Oliveira comentou na reunião que a Santa Casa passou a fornecer informações sobre a carga horária dos médicos que atuam nos plantões à distância e a remuneração que recebem pelo atendimento. “Agora temos uma descrição detalhada disso”, elogiou.
Presente ao encontro, a diretora municipal de Saúde, Angélica Fanti Moço, disse que há estudos para que no ano que vem a unidade básica de saúde (UBS) situada no Jardim Nova Bariri passe a ser uma Estratégica Saúde da Família (ESF).
Para melhorar a abrangência das ESFs nas visitas casa a casa, Angélica requereu da prefeitura a realização de concurso público ou processo seletivo para contratação de agentes comunitários de saúde.
Sobre as reclamações de falta de medicamentos na rede municipal, ela disse que o problema é a restrição orçamentária, que atingiu também a compra dos remédios.