Composição 1_1
Composição 1_1

Já em funcionamento em Bauru, a tecnologia 5G está prestes a chegar a mais 33 municípios da região, trazendo consigo a possibilidade de navegação até 100 vezes mais rápida.
No entanto, diversas modificações nas leis relacionadas à instalação de antenas terão que ser realizadas nessas cidades.
O anúncio foi feito nesta terça-feira (23) pela InvestSP ( agência de promoção de investimentos do Estado de São Paulo), durante um seminário que reuniu gestores locais de diversos municípios, com o objetivo de discutir estratégias para acelerar a chegada dessa nova tecnologia.
Das 39 cidades da região, apenas seis já realizaram a atualização de suas leis, sendo elas: Bauru, Jaú, Macatuba, Paulistânia, Pederneiras e Piratininga. Bariri, Boraceia e Itaju, por exemplo, ainda precisam atualizar as normas legais.
Diante desse panorama, as demais cidades precisarão tomar medidas urgentes para adaptar suas legislações, permitindo assim a implementação eficiente da rede de telecomunicações de quinta geração. O 5G tem despertado grande interesse devido ao aumento da velocidade de navegação e às possibilidades de inovação por meio desta tecnologia.
A atualização das legislações é necessária para que as operadoras de telecomunicações invistam na infraestrutura do 5G, que exige um número de antenas até 10 vezes maior que o atual, instaladas nos mais variados espaços, como semáforos e fachadas de imóveis. A ativação do 5G depende também da Anatel, que faz a liberação da frequência necessária para a transmissão sem interferências do sinal.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo