Composição 1_1
Composição 1_1

Unidade local do Instituto Adolfo Lutz analisou primeira remessa ontem, com 22 amostras de Bauru e 50 de toda a região – Divulgação

A luta contra o coronavírus (Covid-19) em Bauru ganhou mais celeridade nos diagnósticos nesta segunda-feira, 13. A unidade local do Instituto Adolfo Lutz iniciou a realização de exames “PCR em tempo Real” e já divulgou a sua primeira remessa de resultados. De um total de 22 amostras analisadas da cidade, cinco resultaram positivas para a Covid-19, o que aumentou de 13 para 18 o número de casos da doença confirmados em Bauru, sendo um óbito entre eles até o momento.

A atualização consta no boletim epidemiológico emitido pela Secretaria Municipal de Saúde, que informa ainda o aumento, de 15 para 17, no número de óbitos em investigação.

A boa notícia é que os casos suspeitos caíram de 240 para 216 e o número de descartes da doença aumentou de 68 para 88 registros. Desde o início da epidemia, a cidade contabiliza 322 notificações de Covid-19.

Financiados pelo Estado, os exames realizados pelo Lutz contemplam apenas pacientes internados, com quadro mais grave da doença e os trabalhadores da saúde sintomáticos afastados em razão da suspeita.

ESTRUTURA

Além das 22 amostras do município, o Lutz local, chamado oficialmente de Centro de Laboratório Regional Bauru (CLR 2), analisou, ainda, mais cerca de 50 exames, oriundos de outras 37 cidades da região.

Diretora do CLR 2 do Adolfo Lutz, Virgínia Bodelão Richini Pereira afirma que, com a estrutura atual de equipe e de equipamentos, a unidade consegue processar de 250 a 500 amostras por semana. Os resultados levam até 72 horas.

PARA AMPLIAR

Para aumentar a capacidade de processamento, ou para manter o ritmo dos resultados em dia, caso haja aumento da demanda de outras doenças ou explosão de suspeitas da própria Covid-19, o laboratório em questão necessitará de novas contratações de biologistas e técnicos em laboratórios, além de mais equipamentos.

A unidade regional do Lutz fica na quadra 6 da rua Rubens Arruda, próximo ao Pronto-Socorro Central. O local passa por reforma.

FOB/USP

Além do Adolfo Lutz local, o Laboratório de Farmacologia da FOB/USP também está credenciado para os exames de Covid-19. A força-tarefa ainda não começou por lá, porque um kit com reagentes chegou apenas nesta segunda, 13. Carlos Ferreira dos Santos, diretor da FOB/USP e coordenador do laboratório, explica ainda que a unidade também aguarda seu cadastramento no sistema de exames e a definição do fluxo que as amostras seguirão. Os insumos recebidos até agora garantem o processamento de 100 exames.

94% dos pacientes confirmados com coronavírus têm entre 30 e 59 anos

Dos 18 pacientes confirmados com a Covid-19 em Bauru, apenas um era idoso (trata-se do único óbito registrado até o momento). Os outros 17, o que representa 94%, têm entre 30 e 59 anos.

O dado consta no perfil epidemiológico descrito pela Secretaria Municipal de Saúde no boletim epidemiológico desta segunda-feira, 13. O documento traz ainda que 56% dos pacientes são homens.

Em transmissão ao vivo na noite de ontem, o secretário municipal de Saúde Sérgio Henrique Antonio informou que, destes 18, cinco encontram-se entubados com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), quatro estão na enfermaria de hospitais com quadro leve da doença e outros oito já estão em casa e fora do período de propagação do vírus.

A primeira e única morte registrada até agora com a confirmação por Covid-19 é de um idoso de 79 anos, hipertenso, que faleceu no dia 1 de abril e teve o resultado do exame divulgado três dias depois.

Fonte: JCNET