Slider

Divulgação

Robertinho Coletta/Candeia

O governo estadual apresentou na segunda-feira (14), no Palácio dos Bandeirantes, a nova fase do programa Novas Estradas Vicinais, que vai beneficiar outras 140 vias com 1.531 quilômetros de melhorias e investimentos de R$ 1,08 bilhão em recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

Uma das estradas contempladas é a vicinal Alfredo Sormani Júnior, que liga Bariri a Bocaina (confira no quadro). Os 18,6 quilômetros de extensão da pista devem receber recursos de R$ 11,7 milhões, segundo o governo do Estado.

De Bariri, estiveram em São Paulo na segunda-feira os vereadores Airton Pegoraro (MDB) e Julio Cesar Devides (Cidadania). O prefeito Abelardo Maurício Martins Simões Filho (MDB) recupera-se da Covid-19 e o vice-prefeito Fernando Foloni (Cidadania) não esteve presente por causa de uma indisposição estomacal.

Também compareceram à solenidade o deputado federal Arnaldo Jardim (Cidadania-SP), o deputado estadual Ricardo Madalena (PL), o prefeito de Bocaina, Marco Antonio Giro, o Pipoca (DEM), o prefeito de Jaú, Ivan Cassaro (PSD), entre outros.

 

200 municípios

 

O programa Novas Estradas Vicinais é coordenado pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e soma investimentos de R$ 2,29 bilhões.

“Teremos quase 200 municípios diretamente beneficiados e 3,1 mil quilômetros de estradas melhoradas e sinalizadas, oferecendo melhores condições de segurança para a população”, afirmou o governador João Doria (PSDB) no evento. “Só quem vive no interior sabe a importância de uma vicinal bem asfaltada e sinalizada, o que representa de fato na vida das pessoas”, acrescentou.

As estradas vicinais são importantes para o escoamento da produção agrícola e para a economia regional. Além disso, são essenciais para o deslocamento da população aos grandes centros urbanos. Nesta segunda fase, foram selecionadas estradas que passarão por recuperação funcional (recapeamento).

Mesmo durante a pandemia, o programa Novas Estradas Vicinais terá investimentos em todas as regiões do estado. Em maio deste ano, o Governo de SP já havia lançado a primeira etapa do programa, com outras 139 vias selecionadas que somam 1.563 quilômetros e R$ 1,2 bilhão de investimentos. As obras devem começar em julho.

Somando as duas fases, são 279 vicinais beneficiadas e 3.094 quilômetros de melhorias.

 

Estudo

 

Um estudo técnico do DER, feito em conjunto com as prefeituras, identificou os principais gargalos para o desenvolvimento do projeto. As vicinais foram divididas em categorias – estradas que ligam polos geradores de produtos e serviços e rodovias estaduais, além das que dão acesso a municípios.

A publicação do edital da nova fase está prevista para as próximas semanas e o documento estará disponível no site do DER. A partir do edital, a previsão para início das obras é de quatro meses. O prazo de conclusão varia de três a 12 meses.

O governo estadual prevê ainda o anúncio de outra fase de novas obras – desta vez, com pavimentação nas vicinais –, a ser anunciada em breve.

 

Região de Bauru

 

Na região de Bauru são oito vicinais beneficiadas, que somam investimentos do governo estadual de R$ 66,3 milhões em 110 quilômetros de melhorias.

– Vicinal Boc-050 e BRI-278, rodovia dr Alfredo Sormani Júnior (Bocaina 14,40 – Bariri 4,20) trecho SP 304, em Bocaina e Bariri, com 18,6 kms. Valor estimado R$ 11.771.785,52;

– Vicinal UJR-030, faz a ligação de Ubirajara a Alvilândia, em Ubirajara, com 16,5 kms. Valor estimado: R$ 9.796.746,76;

– Vicinal JAU-377 (José Maria Verdini), ligação de Jaú ao distrito de Potunduva, em Jaú, com 12,3 kms. Valor estimado: R$ 5.679.877,85;

– Vicinal PRD-040 (João Emílio Roder), acesso a SP 280, em Pardinho, com 7,9 kms. Valor estimado: R$ 6.332.603,96;

– Vicinal AGD-010 e BRI- 002 (rodovia da Amizade), Agudos 5,50 km e Borebi 4,0 km, em Agudos e Borebi, com 9,5 kms. Valor estimado: R$ 5.425.082,36;

– Vicinal PDN-160 (João dos Santos), liga o acesso ao bairro Paturis na SP 261, em Pederneiras, com 24,5 kms. Valor estimado: R$ 13.097.846,73;

– Vicinal PDN-050 (estrada Antônio Florencio Pereira), ligação da SP 261 ao distrito de Santelmo, com 8,6 kms. Valor estimado: R$ R$ 4.711.245,89.

– Vicinal BTC-010, em Botucatu, com 12 kms. Valor estimado: R$ 9.556.111,23.

 

Fonte: Governo do Estado de São Paulo