Slider

O plano de trabalho se baseia na laborterapia ocupacional, manejo de horta e animais, como porco e aves – Divulgação

Além das atividades cotidianas, à noite a comunidade oferece estudo bíblico, filmes, leitura e jogos – Divulgação

Na sessão de Câmara, realizada segunda-feira, 5, a Câmara de Vereadores aprovou projeto de decreto legislativo que declara de utilidade pública a Comunidade Terapêutica Betel, ligada à Igreja Batista de Bariri.

A iniciativa foi do vereador Benedito Antonio Franchini (PTB) e foi apresentada há cerca de um ano. Permaneceu nas comissões até que toda a documentação referente à constituição formal da entidade fosse concluída. Em plenário, recebeu aprovação unânime.

Com a aprovação da lei, a entidade se torna apta a receber recursos públicos nas três esferas de poder – federal, estadual e municipal.

A comunidade é filantrópica, ou seja, não deve ter fins lucrativos e sobrevive de doações, colaborações e/ou promoções e eventos. O objetivo é recuperar usuários de drogas, mediante internação.

Ela se localiza no Sítio Sapé, no bairro rural Mil Alqueires. São dois alojamentos (um para oito pessoas e outro para quatro). Há projeto para abrir mais um com capacidade para seis pessoas. O local é presidido pelo pastor João Batista Pereira e tem como vice-presidente Marco Antonio Forchetto.

De acordo com o vice, o nome da comunidade é de origem bíblica. Refere-se a primeira cidade citada no Livro Sagrado e significa “casa de Deus”.

Ele conta que tudo começou há alguns anos, através do desejo dos líderes de ajudarem as pessoas vítimas da escravidão das drogas e do álcool. No início se limitavam a encaminhar os dependentes para comunidades parceiras.

Aos poucos foram implantando o projeto de criar a própria comunidade terapêutica. Ainda de acordo com Forchetto, o plano de trabalho se baseia na laborterapia ocupacional, manejo de horta e animais, como porco e aves.

Às segundas-feiras, além das atividades cotidianas, à noite a comunidade oferece estudo bíblico, coordenado pela pastora Giselda Fernandes Pereira.

Três vezes por semana a equipe trabalha a parte espiritual, conduzindo os internos aos cultos da Igreja Batista. Ainda há exibição de filmes, leitura de livros de autoajuda e lazer através de jogos para exercitar a mente como dominó e dama, além do bilhar.

Quem quiser saber sobre o trabalho da comunidade e/ou encaminhar dependentes para internação, entrar em contato através do celular (14) 99883-7680