Composição 1_1
Composição 1_1

Em nova manifestação no processo criminal relacionado à contratação da empresa Latina Ambiental, o Ministério Público (MP) de Bariri disponibiliza o depoimento de investigados e testemunhas e detalha possíveis crimes cometidos em outro contrato: o de coleta de lixo no município.
Segundo a Promotoria de Justiça, teria havido articulação entre o empresário Abilio Giacon Neto, dono da Mazo & Giacon, e o ex-diretor municipal de Obras e Meio Ambiente Márcio Nascimento, recentemente exonerado do cargo.
O MP relata também que outras pessoas e agentes públicos serão investigados posteriormente.
O contrato entre poder público e empresa estava para vencer. Conforme apurado, Márcio teria solicitado a Abílio que procurasse “amigos” para apresentação de orçamentos com valores maiores. Dessa forma, a Mazo & Giacon continuará a realizar o serviço em Bariri, sem necessidade de nova licitação.
“Isso foi confirmado pelo Ministério Público durante as análises das mensagens via WhatsApp entre Abílio e Márcio Nascimento (embora tenham tentado apagar as mensagens, foi possível recuperação). Ainda, foi possível confirmar que Abílio, de fato, solicitou orçamentos aos “amigos” que, efetivamente enviaram para Prefeitura Municipal”, consta na peça do MP anexada aos autos.
Diante das investigações, a Promotoria de Justiça encaminhou ofício ao prefeito Abelardo Maurício Martins Simões Filho para a imediata exoneração de Márcio Nascimento, o que ocorreu no dia 6 de outubro.