Composição 1_1
Composição 1_1

 

Setores sucroalcooleiro (foto) e de couro e calçados devem alavancar número de empregos industriais em fevereiro – Arquivo/Candeia

A regional de Jaú do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) fechou janeiro com resultado positivo no nível de emprego industrial. Bariri faz parte da região.
A variação no primeiro mês do ano ficou em 3,61%, o que significou um aumento de aproximadamente 900 postos de trabalho.
Os destaques positivos foram os setores de artefatos de couro, calçados e artigos para viagem (13,58%), máquinas, aparelhos e materiais elétricos (13,46%) e celulose, papel e produtos de papel (9,55%).
Considerando os últimos 12 meses, o acumulado da regional de Jaú do Ciesp é negativo em 21,43%, representando uma queda de aproximadamente 7.000 postos de trabalho.

Estado

Pelo terceiro ano consecutivo, a indústria paulista registrou saldo positivo de vagas para o mês de janeiro. Foram gerados 8,5 mil novos postos de trabalho, variação positiva de 0,41% na comparação com dezembro de 2018, sem ajuste sazonal. Já feito o ajuste, há queda de -0,17%.
Para José Ricardo Roriz Coelho, 2º vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Ciesp, o resultado para o mês reflete o aumento de produção de veículos automotores e de máquinas, especialmente agrícolas e está acima da média esperada para o mês.
“O crescimento no setor de veículos e máquinas impulsiona outros, como a indústria de plástico e borracha e nos levou a um saldo acima da média esperada para janeiro que era em torno de 3,5 mil vagas”, avaliou.
Ainda segundo Roriz, para fevereiro é esperada a criação de 3,5 mil novos empregos e para o fechamento do ano novas 10 mil vagas. “Esses novos postos de fevereiro devem vir pautados, principalmente, pelo setor sucroalcooleiro, em razão da entressafra, e o de couro e calçados, com a troca de coleção outono-inverno”, explicou. A divulgação dos números referentes a fevereiro será feita no fim deste mês.