Composição 1_1
Composição 1_1

Presidente do sindicato, Gilson de Souza Carvalho, diz que repasse federal foi feito na terça-feira, dia 22 (Foto Arquivo)

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Bariri ingressou com ação civil pública na Justiça do Trabalho para que a Prefeitura de Bariri faça a implementação do pagamento do piso da enfermagem para servidores sindicalizados.

A lei aprovada pelo governo federal em 2022 contempla enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras.

Há tempos existe uma negociação entre o Executivo e servidores públicos, que têm o apoio do sindicato e da Câmara de Vereadores.

O prefeito Abelardo Maurício Martins Simões Filho (MDB) condicionou o pagamento do piso aos profissionais assim que o governo federal fizesse a transferência dos recursos às prefeituras.

De acordo com o presidente do sindicado, Gilson de Souza Carvalho, o repasse do dinheiro ocorreu na terça-feira (22), no entanto, até o momento não foi remetido projeto de lei ao Legislativo. Por esse motivo, a opção foi o ingresso de ação judicial.

O Ministério da Saúde publicou a Portaria nº 1.135, de 16 de agosto, a fim de estabelecer os critérios e procedimentos para o repasse da assistência financeira.

Conforme o documento, serão repassados valores referentes ao período de maio a agosto deste ano.

Para Bariri o montante para os quatro meses é de R$ 185.520,00 (R$ 46.380,00 por mês). Para Itaju o valor total é de R$ 8.020,00 (R$ 2.005,00 por mês). O nome de Boraceia não constou na portaria.