Slider
Mudanças foram anunciadas nesta sexta-feira, dia 25, em entrevista coletiva – Fotos: Robertinho Coletta/Candeia
Representantes da prefeitura de Bariri e da área médica anunciaram em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (25), na Câmara Municipal, medidas mais duras de fiscalização a fim de reduzir o contágio do novo coronavírus (Covid-19).
A situação é considerada crítica no município. Desde o início da pandemia, foram contabilizados 3.523 casos positivos (10% da população) e 110 mortes em decorrência da doença.
O novo decreto (nº 5.612) altera decretos anteriores. O primeiro ponto é que, seguindo a norma do Estado de São Paulo, a Vigilância Sanitária Municipal e o Corpo de Bombeiros poderão aplicar multas.
Em caso de infração, a autoridade definirá o critério com base na gravidade dela e no número de pessoas envolvidas.
O decreto estabelece advertência por escrito, multa entre R$ 500,00 e R$ 5.000,00 e interdição do local.
Para pessoa física há previsão de multa de R$ 200,00 para quem não usar máscara ou estiver em aglomeração. O telefone para denúncias é o do Setor de Fiscalização (14) 9-8208-1837.
Ainda segundo o novo decreto, durante o horário compreendido entre às 21h e 5h fica recomendada que a circulação de pessoas no município se limite apenas às hipóteses de cuidados de saúde, manutenção de serviços essenciais, transporte de trabalhadores rurais, transporte de produtos e insumos agrícolas e entrega de produtos essenciais e relacionados à alimentação (delivery).
As regiões do Lago Municipal e da Rodoviária continuarão a ser interditadas entre sexta-feira e domingo, dias de maior concentração de pessoas.
Para definir as medidas mais restritivas e em conjunto, houve reunião na quinta-feira (24) entre gestores de Bariri, Boraceia e Itaju.
A Diretora Municipal de Saúde, Marina Prearo, explicou na coletiva que o resultado das atuais medidas será avaliado na próxima semana. Conforme o que for verificado, podem ser adotadas outras mais rígidas. A questão da decretação ou não de lockdown depende da oferta de vagas em unidade de terapia intensiva tanto no município quanto em hospitais da região.
Segundo ela, no momento da entrevista coletiva havia 152 pacientes na região aguardando vaga em UTI. “Os pacientes estão chegando com gravidade e muitas vezes não há vagas”, afirmou.
Apelo
Médicos que participaram da entrevista coletiva pediram à população para que haja um esforço coletivo em evitar a propagação do vírus.
Marco Antonio Gallo reforçou medidas como o distanciamento social, uso de máscaras e higienização constante das mãos.
Segundo ele, as novas cepas do corovonavírus são mais transmissíveis e têm atingido pessoas mais jovens, inclusive com gravidade, mesmo que não tenham comorbidades.
Gallo disse que o vírus é “democrático” e atinge pessoas de todas as classes sociais. De acordo com o médico, não existe oferta de vagas em UTIs na região, mesmo para quem tem plano de saúde ou recursos para buscar tratamento particular.
A médica Adriana Stela Barbosa Fontes comentou que há mais de um ano a pandemia tem exigido esforço de todos e que os médicos estão esgotados.
Chamou a atenção para que pessoas com sintomas como dor no olho, febre, diarréia e cansaço procurem atendimento médico. “O período do sétimo ao 11º dia é a pior fase da doença”, explicou a médica. “As pessoas também precisam evitar encontros familiares e festas para que o vírus não espalhe.”
Nesse sentido, a médica Aline Franco Gonçalves disse que muita gente no município vive como se não houvesse a pandemia, com aglomerações e sem uso de máscara. “São necessários cuidados, independentemente de terem tomado as duas doses da vacina”, comentou.
Gestor da Santa Casa de Bariri, Mozart Marciano pediu à população para que procure o pronto-atendimento somente em casos de urgências, pelo fato de no local haver muitas pessoas contaminadas pela Covid-19.
Destacou que a vacina está dando bom resultado, contaminando mais quem tem menos idade, porque é um público ainda não imunizado.
COMUNICADO
Interdição da região do lago municipal e da rodoviária
25/06 – Sexta: 19h às 23h (lago e rodoviária)
26/06 – Sábado: 14h às 23h (rodoviária) – 19 às 23h (lago)
27/06 – Domingo: 14h às 19h (lago e rodoviária)