Slider

Vagner Mateus Ferreira em entrevista ao CandeiaTV: “o maior trabalho social hoje se chama emprego” – Robertinho Coletta/Candeia

O vereador Vagner Mateus Ferreira, Vaguinho, oficializou na sexta-feira, dia 4, sua filiação ao Cidadania. Com isso, ele deixa de apoiar o grupo político do pré-candidato Wellington Pollonio Bof, Parraguinha, (Podemos) e passa a integrar a base do pré-candidato Abelardo Maurício Martins Simões Filho (MDB).

Na segunda-feira, dia 6, Vaguinho esteve no CandeiaTV para comentar o assunto

O vereador diz que a mudança é natural, tanto que outros vereadores e a vice-prefeita Maria Pia Betti Pio da Silva Nary (PP) também trocaram de legendas partidárias.

“Eu precisava mudar e não poderia ficar acomodado onde estava”, afirma. “Queria algo a mais, e esse algo a mais é junto com o Aberlardo.”

De acordo com o vereador, há algum tempo vinha conversando com Parraguinha sobre o intuito de mudar de partido.

Vaguinho agradeceu ao Cidadania por ter aberto as portas para ele e também ao deputado federal Arnaldo Jardim (Cidadania-SP), parlamentar que, segundo ele, sempre colabora com o município.

Agradeceu também a José Fausto Tanganelli Filho (Jô Tanganelli), presidente da sigla em Bariri, e ao pré-candidato Abelardinho Simões pela acolhida.

Sobre a proibição de coligação para a eleição proporcional, o vereador entende que as regras eleitorais  dificultaram a vida de quem pretende ingressar na política. Diz que será preciso grande quantia de votos para que o partido tenha uma cadeira na Câmara.

Em relação às prioridades para o município, cita a saúde a geração de emprego. No primeiro caso, ressalta que é preciso destinar mais recursos para a Santa Casa e dotar as unidades de saúde de médicos em maior período para atender as pessoas.

Na área do desenvolvimento, Vaguinho comenta que o poder público deve incentivar as empresas já existentes e buscar atrair novas.

“A geração de emprego desafoga o setor público”, comenta ele. “Se a pessoa tiver condições de comprar irá depender menos da prefeitura. O maior trabalho social hoje se chama emprego.”