Composição 1_1
Composição 1_1

Reunião do Conseg realizada nesta semana: trânsito e perturbação de sossego – Alcir Zago/Candeia

Presentes à reunião de terça-feira, dia 30, do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Bariri, o tenente da Polícia Militar (PM) Luiz Alberto de Oliveira Júnior e os representantes do Setor Municipal de Trânsito André Semeguine Venturini e Raul Bollini garantiram que as autuações de trânsito são feitas de forma correta e efetivamente encaminhadas aos infratores.
No encontro anterior do Conseg, realizado em março, houve apontamentos de que estariam ocorrendo possíveis incorreções no preenchimento das multas.
Venturini disse que mesmo com algum tipo de erro as notificações são remetidas. Ele relatou ao Candeia que rotineiramente o Setor publica no Diário Oficial do Município relação de autuações lavradas pela PM.
No documento constam a placa do veículo, o tipo de infração, entre outras informações. O intuito é que o motorista ou dono do veículo não possam alegar que não foram notificados. Por conta da municipalização de trânsito em Bariri, a responsabilidade pela fiscalização e autuação cabe à Polícia Militar.
O escrivão Paulo Grigolin, da Polícia Civil, sugeriu na reunião que assuntos relacionados ao trânsito deveriam ser discutidos pelo Conselho Municipal de Trânsito (Comutran) e não pelo Conseg.
Mário Modesto de Abreu levou ao conhecimento do conselho casos de perturbação de sossego em eventos” realizados nas madrugadas de sábado e domingo no Residencial Canaã, ao lado do Recanto Pantaneiro. Segundo ele, há consumo de bebida alcoólica, som em volume alto e motociclistas transitando de forma imprudente.
Abreu relatou que procurou a PM e que houve fiscalizações no local. Houve diminuição do problema, mas ainda continua.
A orientação da polícia é que para caracterizar perturbação de sossego mais de uma vítima precisa apresentar queixa e comparecer à unidade da Polícia Civil para elaboração de boletim de ocorrência.

Conseg tem novo presidente

Apenas uma chapa se inscreveu para presidir o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Bariri pelos próximos dois anos.
Ela é encabeçada por Claudenir Rodrigues, mais conhecido por Fredy. José Antonio Sgaviolli é o vice-presidente.
Maria Elisa Rosa deixa a função de presidente e passa a ser secretária. João Domingos Cardoso Leonel (Jota Cardoso) ocupa a segunda-secretaria.
Maria Odete Benatti Chaim e Maria Neusa Basso Dávila completam a chapa, nas funções de diretora social e assessora de comunicação, respectivamente.

Claudenir Rodrigues (Fredy) é o novo presidente do Conseg – Alcir Zago/Candeia

Videomonitoramento tem início em Bariri

A prefeitura de Bariri pretende iniciar a instalação de sistema de videomonitoramento na próxima semana.
A informação foi dada pelo prefeito Francisco Leoni Neto (PSDB) ao Facebook do Jornal Candeia em entrevista concedida na quarta-feira, dia 1º. O assunto é recorrente nas reuniões do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Bariri.
Segundo o prefeito, inicialmente oito pontos da cidade serão atendidos. As câmeras serão instaladas nos cruzamentos onde há semáforo em Bariri (esquina entre a Avenida 15 de Novembro e a Rua Tiradentes, cruzamento entre a Avenida 15 de Novembro e a Rua Sete de Setembro e esquina entre a Avenida Claudionor Barbieri e Rua Tiradentes), no cruzamento entre a Avenida Claudionor Barbieri e Rua Sete de Setembro, na rotatória situada no Lago Municipal e em frente à sede da Polícia Militar (PM) de Bariri.
A aquisição das câmeras foi feita pelo Executivo de forma direta. Já a disponibilização de enlaces ponto a ponto para interligação do sistema via fibra óptica foi objeto de licitação. A empresa Conexão Networks Provedor de Internet venceu a disputa com valor de R$ 46,8 mil por um período de 12 meses.
Haverá ampliação de locais, conforme a disponibilidade financeira do Executivo. “A intenção é atender a todos os pontos importantes”, diz Neto Leoni. Segundo ele, a melhoria faz parte do plano de governo.