Slider

A prefeitura de Bariri alterou para 3 de dezembro, às 9h, a abertura de propostas de empresas interessadas em fornecer material escolar para alunos da rede municipal.
O pregão presencial estava agendado para 14 de novembro, mas foi suspenso por causa de impugnação ao edital feita pela empresa Zampieri & Goncales Ltda.
O prefeito Francisco Leoni Neto (PSDB) acolheu parecer jurídico e não deu provimento ao parecer, mantendo o edital na íntegra. A firma questionou a descrição dos itens que compõem o material didático-escolar
Para o pregão presencial a administração municipal reservou R$ 508,2 mil. Com a disputa entre as empresas interessadas, o valor deve ser reduzido.
Serão comprados borracha, cola, papel sulfite, giz de cera, caneta hidrográfica, lápis de cor, caderno, caneta esferográfica, régua, entre outros itens. Os kits são montados conforme a faixa etária do estudante.

Da Redação