Slider

Biometria será realizada no cartório eleitoral de Bariri até sexta-feira, com plantão hoje e amanhã – Caio Glauco

O cadastramento biométrico para eleitores de Bariri e de Itaju será feito até sexta-feira, dia 27. O serviço é realizado no Cartório Eleitoral de Bariri, das 9h às 18h, de segunda à sexta-feira.
Para quem ainda não regularizou sua situação, o cartório estará de plantão hoje, dia 21, e amanhã, dia 22, das 8h às 14h. O órgão localiza-se na Rua Francisco de Paula Carvalho, 41, telefone (14) 3662-1463.
Os documentos necessários para a realização da biometria são documento oficial com foto (RG, CPG, CNH, Carteira de Trabalho ou Passaporte), comprovante de endereço (original) e título de eleitor.
A tecnologia biométrica reconhece as impressões digitais do indivíduo na hora do voto, confirmando quem ele é. Essa forma de identificação impossibilita que uma pessoa tente votar no lugar de outra, trazendo mais segurança ao processo eleitoral.
O atendimento biométrico do eleitor consiste na coleta das digitais, fotografia e assinatura digitalizada, além da atualização dos dados cadastrais. As informações coletadas são armazenadas no banco de dados da Justiça Eleitoral e, no período das eleições, são inseridas nas urnas eletrônicas.
O sistema faz o batimento eletrônico das dez impressões digitais de cada pessoa cadastrada com as digitais de todos os eleitores registrados no banco de dados. A meta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é cadastrar todo o eleitorado nacional até 2022.
Todos os eleitores que não atenderem à convocação da Justiça Eleitoral nas cidades em que a biometria é obrigatória terão seus títulos cancelados e estarão impedidos de votar nas próximas eleições.
Isso vale até mesmo para os cidadãos cujo voto é facultativo: os idosos acima de 70 anos, os maiores de 16 e menores de 18 anos e os analfabetos.
A diferença é que, quanto a essas pessoas, o cancelamento do título não implicará qualquer tipo de sanção, como impedimento para obtenção de passaporte, empréstimos, benefícios federais, etc. Isso ocorre porque não é exigida a certidão de quitação eleitoral dos eleitores facultativos.