Composição 1_1
Composição 1_1

Dos vereadores presentes, somente Gonzalez e Luís Carlos (Paraná) votaram pela aceitação de três das quatro denúncias contra o prefeito (Robertinho Coletta/Candeia)

A Câmara de Vereadores rejeitou e arquivou quatro representações de Gilson de Souza Carvalho, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, contra o prefeito de Bariri, Francisco Leoni Neto (PSDB).

As denúncias foram lidas durante a sessão ordinária de segunda-feira, 20. Os trabalhos foram coordenados pelo presidente, Ricardo Prearo (PDT), que adiantou que não haveria debate em torno das propostas, somente votação.  Após a rejeição em plenário (uma por unanimidade e as outras três por maioria de votos), as representações foram arquivadas.

Nos documentos, o diretor do sindicato afirma que os episódios relatados ocorreram entre os meses de abril e maio de 2020. Segundo ele, as denúncias que encaminhou ao Legislativo para apurar possíveis irregularidades praticadas pelo prefeito deveriam resultar em instauração de Comissão Especial de Inquérito (CEI).

Cobertura completa sobre a sessão legislativa na edição impressa do Jornal Candeia.