Slider

A morte de Mariana Forti Bazza, 19 anos, comoveu a cidade, a região, o País. A partida precoce da jovem, vítima de um crime, abalou familiares e amigos, em especial os pais, Ailton Fernando Bazza e Marlene Forti Bazza, e o namorado, Jefferson Vianna.
Mariana era filha única e cursava fisioterapia no Centro Universitário Sagrado Coração (antiga USC) em Bauru. A escola emitiu nota. Confira:
“Foi com grande consternação que o Unisagrado recebeu a notícia do falecimento da estudante do segundo ano do curso de Fisioterapia, Mariana Forti Bazza, oficializado nesta quarta-feira (25). Neste momento, a Instituição se solidariza com a família e colegas de turma, enlutados.
O Unisagrado declara sua tristeza pelo desfecho ao desaparecimento de Mariana. Infelizmente, um sonho, um futuro, uma mente, um coração jovem foi perdido! Essa ruptura dolorosa impõe a reflexão sobre o que a sociedade precisa fazer pelos seus jovens e reafirma o importante papel das instituições de ensino como promotoras de um mundo em que as esperanças e entusiasmos não deem espaço para a precariedade, que gera o medo.
A comunidade universitária se une à família e amigos em prece e suplica ao Coração de Jesus fortaleza e paz, neste momento de dor.”

“Saudades de você”

O namorado de Mariana, Jefferson Vianna, tenente da Marinha, postou texto no Facebook.
“Deus coloca as pessoas em nossas vidas sempre por um motivo, lembro a primeira vez que te vi e logo me encantei, mas nunca imaginei que um dia te chamaria de minha namorada, quando menos esperávamos ali estávamos jurando amor eterno, você se tornou minha companhia minha melhor amiga a pessoa que eu queria viver todos os dias de minha vida, criamos sonhos juntos, nossa última conversa era qual o nome que íamos dar aos nossos filhos, planos de logo morarmos juntos e dividir mais que carinho um lar, construindo juntos nossos objetivos…”, cita ele.
E continua: “Tudo que eu sinto resume em saudades de você, e queria te dizer isso pessoalmente meu amor, para sempre eu vou te amar, que nosso Deus te dê aquele abraço que hoje eu não posso te dar… como me dizia “nunca se esqueça que eu te amo” e eu respondia nunca me deixe esquecer… eu jamais vou esquecer… Mariana Bazza”.