Slider

Serão distribuídas cestas básicas a pessoas que estão na extrema pobreza – Alcir Zago/Candeia

A pandemia do novo coronavírus trouxe impactos negativos na vida de muitas pessoas. Muita gente viu sua renda diminuir de forma acentuada com a queda das atividades econômicas na cidade, seja no mercado formal ou na informalidade.
No intuito de auxiliar famílias que estão na extrema pobreza, a prefeitura de Bariri lançou nesta sexta-feira (26) a Campanha Emergencial Acolhe Bariri.
Em coletiva de imprensa na sede da Diretoria Municipal de Ação Social, falaram sobre a iniciativa o prefeito Abelardo Maurício Martins Simões Filho (MDB), a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Anaí Lagatta Padovani Martins Simões, a titular da Ação Social no município, Suzane Dinis Albranti, e o vereador Edcarlos Pereira dos Santos (PSDB).
Com o cruzamento de informações do Centro de Referência da Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas), entidades e instituições religiosas, verificou-se que em Bariri há 2.111 famílias no Cadastro Único, porta de entrada para programas sociais. Desse montante, 727 famílias se declararam na extrema pobreza.