Slider

Membros se reuniram em sala da escola Senai na terça-feira, 16

O Conselho Comunitário de Segurança de Bariri (Conseg) realizou reunião mensal na terça-feira, 16, em sala da Escola Senai. Na pauta foram abordados assuntos como lombada instalada na Via Expressa Sul, liberação de festa para jovens e Santa Casa de Bariri.
O encontrou contou com a presença de membros do Conseg, representantes de setores da prefeitura, da escola Sesi, Polícia Militar (PM) e Projeto Paz.
Durante a reunião, representante do Sesi afirmou que após a colocação de faixa de trânsito elevada pela prefeitura em frente à escola, os motoristas têm passado em menor velocidade no local. Para a educadora, foi excelente a iniciativa.
Membros do conselho acreditam que com o obstáculo os condutores serão obrigados a redobrar atenção, o que garantirá a segurança dos alunos e dos próprios motoristas.

Santa Casa

Outro assunto em pauta foi a Santa Casa de Misericórdia de Bariri. O presidente do Conselho Municipal da Saúde, Rodrigo Felício Zanuto de Oliveira, que também representou a entidade, comentou sobre a volta da Central do Conselho de Saúde, com apoio do prefeito Francisco Leoni Neto (PSDB).
De acordo com Rodrigo, o local funcionaria como uma sede, com secretária, sala de reunião, sala para guardar os arquivos do conselho, entre outros. Segundo Zanuto, a partir do ano que vem a Central deve começar a funcionar.
Integrantes do Conseg afirmaram que dentro de alguns dias deve ter início pintura na fachadado prédio da Santa Casa e Pronto Socorro. A intenção é realizar manutenção com doações da população e iniciativa privada.
Zanuto informou também sobre uma possível mudança do atendimento do Pronto Socorro para dentro da Santa Casa. Segundo ele, há algumas salas vazias que poderiam abrigar o serviço com mais eficácia.
Durante a reunião, Rodrigo agradeceu as doações de alimentos feitas para o hospital. “As dispensas então cheias”, ressaltou.

‘Luauzinho’

Outro assunto abordado foi a criação de um lugar específico em Bariri para os jovens se reunirem. Denominado “luauzinho”, o encontro tem ocorrido em rua do Polo Industrial, mas recentemente foi alvo de críticas por conta de possíveis abusos de som automotivo e suposto consumo de bebidas e drogas por menores de idade.
Integrantes usaram como base o município de Boraceia, que já teria um evento legalizado nos mesmos moldes. Os membros, porém, discordam da possível ideia de ser implantado em Bariri.

Projeto Paz

Durval Florentino Filho, criador do Projeto Paz Recuperando Jovens, esteve presente na reunião para informar sobre a mudança de coordenação do Projeto Paz de Bariri.
Segundo ele, Agnes Camila Florentino é a nova coordenadora da entidade. Agnes é assistente social e substituirá Luiz Carlos Gonçalves, que agora faz parte apenas da administração e contabilidade do projeto.

Travessia para pedestre em frente do Sesi gera reclamação

A prefeitura de Bariri instalou recentemente travessia elevada para pedestres na Avenida Perimetral Prefeito Domingos Antônio Fortunato (Expressa Sul), em frente do Centro Educacional Sesi.
O intuito é que motoristas diminuam a velocidade no trecho para que pedestres, especialmente alunos, pais e educadores, realizem a travessia da via com segurança.
Apesar de ser considerada necessária, a lombada foi alvo de críticas. Na sessão de segunda-feira, dia 15, da Câmara Municipal, o vereador Leandro Gonzalez (PPS) mencionou a importância do dispositivo, no entanto, disse que faltou critério para a instalação. “Ficou parecendo uma sarjeta”, comentou o vereador.
O presidente do Legislativo municipal, Rubens Pereira dos Santos (PSDB), concordou e relatou que a lombada ficou muito alta.
O assunto também ganhou as redes sociais. A postagem de notícia feita no Facebook da prefeitura de Bariri foi objeto de comentários. Internautas comentaram que a instalação do dispositivo fará com que motoristas reduzam a velocidade no local e que os redutores deveriam ser instalados em frente de outras unidades de ensino de Bariri.
Contudo, algumas pessoas mencionaram que o Executivo deveria rever a forma de construção da lombada porque ficou muito elevada.
Via assessoria de imprensa, a prefeitura de Bariri informou que a altura do dispositivo foi feita seguindo o padrão do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).
A administração municipal pretendia modificar a angulação do redutor a fim de acentuar a subida e descida dos veículos para que haja menos impactos. A intervenção no local foi feita na manhã de quarta-feira, dia 17.

Veículo passa por lombada na Expressa Sul: prefeitura modificou a angulação do dispositivo na manhã de quarta-feira – Robertinho Coletta/Candeia