posto-santa-lucia-novo-2017
Banner-Lista-Candeia
Banner-online
WhatsApp Image 2020-07-06 at 08.28.31
Banner-Cep

A ordenação presbiteral em Bariri coroa a caminhada que permitiu a Arnaldo tornar-se frei franciscano (religioso consagrado) e sacerdote paroquial.

No dia 15 de dezembro, sábado, será realizada a ordenação sacerdotal do jovem Arnaldo Cesar Rocha, 29 anos, frei da Ordem dos Frades Menores Convencionais da Província São Francisco de Assis, em Curitiba.
A celebração ocorre na Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores de Bariri, a partir das 16h, e será presidida pelo bispo da Diocese de Amparo, Dom Luiz Gonzaga Fechio. O lema adotado pelo novo sacerdote é “Não fostes vós que me escolhestes, mas fui Eu que vos escolhi” (Jo, 15, 16).
Arnaldo nasceu em Bariri e é filho do casal Antônio e Celina Rocha, ele pedreiro, ela serviços gerais. Tem uma irmã, Ana Cláudia, de 15 anos. Conta que em 2006 terminou o Ensino Médio na Escola Ephigênia e no ano seguinte iniciou encontros vocacionais sob orientação do então pároco local, Marcelo de Souza.
Até 2009 frequentou o Seminário Propedêutico de Jaú e depois cursou Filosofia no Seminário em São Carlos, que tinha como reitor Dom Fechio. Afirma que viveu momento de avaliação da vocação e, orientado pelo reitor, iniciou outro processo vocacional, desta vez com a ordem dos franciscanos em Santo André.
Em 2010, ingressou no Seminário Casa São Francisco de Curitiba (PR). Refez o curso de Filosofia e em 2012 concluiu a formação exigida pela ordem.
A partir de 2013, começou a trajetória de noviciado em Caçapava, no Vale do Paraíba, onde aprofundou o saber de fontes e estudos franciscanos. Recebeu o hábito e fez os primeiros votos franciscanos, chamados conselhos evangélicos (pobreza, castidade e obediência) e ainda temporários.
De 2014 a 2017 fez o pós-noviciado na PUC São Paulo, onde cursou Teologia. Em dezembro de 2017 consagrou os votos definitivos e se tornou frei franciscano.
Foi enviado para Curitiba para atuar junto ao trabalhos da ordem dos frades e lá foi ordenado diácono transitório (maio/2018) e iniciou preparação para atuar como vigário paroquial.
A ordenação presbiteral em Bariri coroa a caminhada que permitiu ao jovem baririense tornar-se frei franciscano (religioso consagrado) e sacerdote paroquial. Já sabe que vai permanecer em Curitiba, em uma paróquia administrada pelos franciscanos, com cerca de 40 mil fiéis.