Slider

Maick William Barbieri foi alvo do vídeo difamatório – Robertinho Coletta/Candeia

O envolvimento de Mario Lauan Longo Inacio, 26 anos, na gravação de um vídeo com conteúdo difamatório contra o motorista Maick William Barbieri resultou na elaboração de dois boletins de ocorrência na Delegacia de Polícia de Bariri.

Esse foi um dos assuntos mais tratados na sessão da Câmara de Bariri de segunda-feira, dia 16. Mario tem deficiência intelectual.

Barbieri procurou a Polícia Civil para registrar BO por difamação. Relatou que tomou conhecimento de um vídeo que passou a circular via WhatsApp em que Mario segura cartazes com dizeres ofensivos a ele.

Barbieri teria procurado Mario e teria sido informado por ele que recebeu R$ 10,00 para segurar os cartazes.

O vídeo teria sido feito no interior da prefeitura em horário de expediente por um servidor público municipal.

O outro BO foi feito por familiar de Mario e trata de abuso de incapazes. A informação dada à Polícia Civil é que o rapaz toma quatro remédios controlados por dia e faz acompanhamento psiquiátrico.

A pessoa tomou conhecimento das imagens em que Mario foi utilizado, tendo notado que o vídeo foi gravado no corredor externo do prédio da prefeitura.