Composição 1_1
Composição 1_1

O ex-presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Bariri, José Geraldo Catharin, encaminhou nota de esclarecimento a respeito do salário pago à ex-diretora da instituição Silvia Maria de Barros Gandara.
O posicionamento dele é reproduzido na íntegra:

José Geraldo Catharin, brasileiro, casado, veterinário, residente em Bariri, com consultório à Av. Brás Fortunato, nº405, presidente da APAE durante os anos de 2019 a 2021 e Conselheiro Administrativo na atual diretoria da entidade (de 2022 a 2024), vem esclarecer fatos em decorrência de declarações feitas por mídia falada e redes sociais, sobre a demissão sem justa causa da diretora, Professora Silvia Maria de Barros Gandara, no último dia 28 de junho de 2022.
Ocorre que tais declarações postadas e veiculadas nas redes, não se coadunam com a verdade, mostrando desconhecimento a respeito do tema, uma vez que:
– Sílvia Maria de Barros Gandara foi selecionada para o cargo de diretora da APAE, dentre outros currículos apresentados na época (2020) e muito bem referendada por toda a diretoria da APAE;
Na entrevista para o emprego, Sílvia apresentou uma proposta de trabalho e uma expectativa salarial;
– Naquela oportunidade, foi esclarecido que a APAE não poderia, naquele ano, atender o solicitado pela senhora Silvia, mas que a depender do seu trabalho, dos resultados apresentados, da captação de recursos conquistada sua expectativa poderia ser atendida;
– Em 2021, na condição de presidente, eu ajustei o salário da diretora. Em circunstância alguma a própria diretora alterou o seu próprio salário;
– A conduta da diretora frente à entidade sempre foi ilibada, tanto que conquistou por seu histórico profissional e pessoal, bem como seu empenho frente à APAE inumeráveis benfeitorias, nas três áreas que atuou (saúde, educação e social), facilmente constatadas bastando uma visita à entidade;
– Com tais resultados, a APAE teve aumentadas sua visibilidade, credibilidade e qualidade de serviços prestados junto aos atendidos, além até mesmo da sua aparência no seu interior;
– Sendo assim, estou atento a expressões e atitudes que vêm sendo veiculadas nas mídias, que depreciem a imagem da profissional e não tolerarei o que porventura afetar o meu nome, o da ex-diretora em relação aos atos na entidade, pois que hoje a APAE goza da confiança e credibilidade como somatório de esforços entre diretorias e profissionais, em especial dos últimos anos;
– Espero sinceramente que a Professora Sílvia, Mestra em Educação, com inúmeras especializações nas áreas de gestão, formação de educadores e psicopedagogia voltada à educação especial, não se deixe abater por comentários levianos e maldosos de pessoas que não a conhecem nem conhecem seu trabalho e sua trajetória ao longo de mais de 35 anos na educação. Não me arrependo de tê-la contratado, o que faria de novo, ao se constatar os ganhos que a entidade obteve.

José Geraldo Catharin